Arquivo da categoria: Cartas

Adeus ao Seu Álvaro, o trem da minha vida

“É de sonho e de pó o destino de um só,  feito eu perdido em pensamentos sobre o meu cavalo. É de laço e de nó, de jibeira o jiló, dessa vida cumprida a só…” Com brio, mas sem drama, … Continuar lendo

Publicado em Cartas | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário